Frases sobre Emo√ß√Ķes

163 resultados
Frases de emo√ß√Ķes escritos por poetas consagrados, fil√≥sofos e outros autores famosos. Conhe√ßa estes e outros temas em Poetris.

Os sonhos trazem sa√ļde para a emo√ß√£o, equipam o fr√°gil para ser autor da sua hist√≥ria, renovam as for√ßas do ansioso, animam os deprimidos.

O difícil em arte é criar-se emoção sem se mostrar que se está emocionado. Ou estar emocionado para antes e depois de se estar. Ou ter a emoção ao lado para nela ir enchendo a caneta.

√Č nas coisas mais simples e an√īnimas que se encontram os maiores tesouros da emo√ß√£o.

O valor essencial da arte est√° em ela ser o ind√≠cio da passagem do homem no mundo, o resumo da sua experi√™ncia emotiva dele; e, como √© pela emo√ß√£o, e pelo pensamento que a emo√ß√£o provoca, que o homem mais realmente vive na terra, a sua verdadeira experi√™ncia regista-a ele nos fastos das suas emo√ß√Ķes e n√£o na cr√≥nica do seu pensamento cient√≠fico, ou nas hist√≥rias dos seus regentes e dos seus donos.

Um livro de contos √© um livro ligeiro de emo√ß√Ķes curtas: deve portanto ser leve, port√°til, f√°cil de se levar na algibeira para debaixo de uma √°rvore, e confort√°vel para se ter √† cabeceira da cama. N√£o pode ter o formato dum relat√≥rio, que, sendo destinado em definitivo a embrulhar objectos, deve ter de antem√£o o tamanho c√≥modo do papel de embrulho; nem pode ter o volume dum calhama√ßo de erudi√ß√£o hist√≥rica, impresso com o fim de ornamentar uma biblioteca.

As obras de arte devem falar ¬ępor si mesmas¬Ľ, explicar-se ¬ępor si mesmas¬Ľ, sem terem necessidade de p√īr ao lado um cicerone. Acompanhar um livro de versos de cr√≠tica ¬ęj√° feita¬Ľ √© querer impor um guia √† emo√ß√£o do leitor. O leitor detesta isso.

Se os seus projetos não saturarem a sua emoção, você não terá perseverança para executá-los.

Conquistar o primeiro amor √© como a viagem do primeiro homem √† lua: uma conquista √ļnica, uma emo√ß√£o que guardamos para o resto da vida!

O √ļnico modo de exprimir uma emo√ß√£o de forma art√≠stica √© encontrando um ‘correlativo objectivo’; por outras palavras, uma s√©rie de objectos, uma situa√ß√£o, uma cadeia de acontecimentos que representem a f√≥rmula daquela emo√ß√£o particular.

A melhor atitude de uma mulher inteligente que est√° sob o calor da ansiedade √© n√£o se obrigar a reagir, √© preservar-se. √Č importante gerir a emo√ß√£o e esperar que a tens√£o passe para depois tomar uma atitude. N√£o leve a vida a ferro e fogo. Respeite os seus limites.

A trag√©dia, ent√£o, √© a imita√ß√£o de uma a√ß√£o‚Ķ com incidentes despertando pena e medo, com o qual se realiza uma catarse de tais emo√ß√Ķes.

Embora a tend√™ncia humana seja diminuir a intensidade do prazer ao longo da vida, o envelhecimento da emo√ß√£o n√£o acompanha o envelhecimento das c√©lulas. √Č poss√≠vel ser um jovem no corpo de um velho e um velho no corpo de um jovem. Alguns jovens t√™m 20 anos de idade biol√≥gica, mas 100 de idade emocional. Nada os satisfaz, tornam-se especialistas em reclamar, em serem pessoas irritadas e tensas. Alguns idosos t√™m 80 anos de idade biol√≥gica, mas s√£o jovens na idade emocional. Eles vivem a vida como uma aventura, est√£o sempre bem-humorados e bem-dispostos. Sorriem, brincam e sonham com facilidade, apesar dos problemas e das marcas do passado. S√£o jovens no corpo de velhos e conviver com eles √© uma li√ß√£o de vida.

Penso em ti quando a vida me pesa e as pessoas batizam com nomes sórdidos esses lados escondidos da emoção. E fico sempre mais forte, mesmo sentindo saudade (…)

A mulher formosa √© um livro que tem uma p√°gina apenas e que se l√™ num golpe de vista. A mulher formosa e boa √© um livro que consta de tantas p√°ginas, que a vida inteira n√£o basta para o folhear, nem o cora√ß√£o para sentir as emo√ß√Ķes que produz.

Somente aquele que renasce pelo Esp√≠rito vive verdadeiramente. Os demais vivem uma falsa vida. Aquele que renasce pelo esp√≠rito n√£o se exaspera, n√£o possui ambi√ß√Ķes ego√≠sticas, n√£o odeia, n√£o teme. Sabe que as emo√ß√Ķes dos sentidos s√£o ilus√≥rias, e por isso n√£o se deixa prender por elas.

A emoção não pode crescer, nem ser imitada; ela representa a semente, a obra de arte representa o botão.

Na lógica da vida, dividir é aumentar. Dividir as células aumenta a vida. Dividir a emoção multiplica a felicidade. Na lógica financeira, dividir é diminuir. Siga sempre a lógica da vida, ela é mais rica do que a lógica da matemática.