Frases sobre Fenómeno

30 resultados
Frases de fenómeno escritos por poetas consagrados, filósofos e outros autores famosos. Conheça estes e outros temas em Poetris.

A linguagem não é um fenómeno superposto ao ser-para-o-outro: é originalmente o ser-para-o-outro, ou seja, o facto de que uma subjectividade se experimenta como objecto para o outro.

Ser aut√™ntico significa ser fiel a si pr√≥prio. √Č um fen√≥meno muit√≠ssimo perigoso; s√£o raras as pessoas que o fazem. Mas sempre que as pessoas o fazem, elas conseguem. Elas conseguem uma beleza tal, uma gra√ßa tal, um contentamento tal que n√£o pode ser imaginado.

A timidez √© o mais vulgar de todos os fen√≥menos. O que h√° de mais vulgar em todos n√≥s √© termos medo de sermos rid√≠culos…

A filosofia pode perfeitamente ter sido um fen√≥meno puramente hist√≥rico. E acabar. Deixando o campo √†s aspira√ß√Ķes puramente religiosas, que s√£o as eternas do homem. E, na realidade, as √ļnicas que poder√£o conduzi-lo a uma plena vit√≥ria sobre o mundo; e sobre si pr√≥prio, que ainda √© o mais dif√≠cil.

Electricidade, n. A força que causa todos os fenómenos naturais cujas outras causas desconhecemos.

Oportunidade, para o homem consciente e prático, é aquele fenómeno exterior que pode ser transformado em consequências vantajosas por meio de um isolamento nele, pela inteligência, de certo elemento ou elementos, e a coordenação, pela vontade, da utilização desse ou desses. Tudo o mais é herdar do tio brasileiro ou não estar onde caiu a granada.

Se aquilo que ocasiona prazer aos libertos eliminasse os receios do esp√≠rito, dos fen√≥menos da natureza, da morte e das dores, e se ainda ensinasse o conhecimento da limita√ß√£o das √Ęnsias, nada ter√≠amos a desaprovar nessas pessoas.

O fenómeno mais herético é o amor. Ele não é bem recebido nem tolerado porque é uma força sem desistência e que não se revoga a si mesma.

Casamento Рé muito difícil conhecer uma pessoa com quem se vive muito próximo, porque há um fenómeno de desfocagem, porque se está tão próximo não há uma perspectiva para conhecer, só para amar.

Como tem diminuído o mal! Outrora, suponha-se que todos os fenómenos naturais tinham a intenção de causar males.

Efeito, n. O segundo de dois fen√≥menos que ocorrem sempre juntos e na mesma ordem. Do primeiro, ao qual se chama Causa, diz-se que gera o segundo ‚ÄĒ o que √© t√£o sensato como dizer-se que, por se ter visto um c√£o a perseguir um coelho, o coelho √© a causa do c√£o.

A amizade, como o dil√ļvio universal, √© um fen√≥meno de que todo o mundo fala, mas que ningu√©m ainda viu com os seus pr√≥prios olhos.

Tenho por primeiro princípio: não há fenómenos morais, mas sim uma interpretação moral desses fenómenos. Essa mesma interpretação não é, por si, de origem moral.

Cada ser humano √© um mundo de mist√©rios. Nunca pense que voc√™ √© um ser comum e sem import√Ęncia. H√° mais mist√©rios no cerne da sua alma humana do que no universo. Os fen√≥menos psicol√≥gicos s√£o mais complexos do que os f√≠sicos. A emo√ß√£o deve influenciar todos os campos da raz√£o, mas n√£o deve escraviz√°-la. Quem √© governado pela raz√£o √© calculista e insens√≠vel, quem √© governado pela emo√ß√£o √© hipersens√≠vel. As duas situa√ß√Ķes adoecem a alma humana.

N√£o entendo. Nossa televis√£o, com excep√ß√Ķes, √© pobre, al√©m de superlotada de an√ļncios. Mas Chacrinha foi demais. Simplesmente n√£o entendi o fen√≥meno. E fiquei triste, decepcionada: eu quereria um povo mais exigente.

Por mais que dispamos o que vestimos, nunca chegamos à nudez, pois a nudez é um fenómeno da alma.

Pedir mais √© simplesmente feio. Devem sentir-se gratos pelo que j√° receberam. E o mais belo dos fen√≥menos √© que quando nos sentimos agradecidos, a exist√™ncia come√ßa a oferecer-nos mais e mais coisas. Torna-se um c√≠rculo: quanto mais recebemos, maior √© a gratid√£o que sentimos e, quanto maior √© a nossa gratid√£o, mais recebemos… √Č um processo sem fim, infinito.