Frases sobre Prazer

506 resultados
Frases de prazer escritos por poetas consagrados, filósofos e outros autores famosos. Conheça estes e outros temas em Poetris.

A felicidade pertence a quem se ocupa melhor, não mais, melhor, o mais feliz é o mais bem ocupado, o que se entretém no prazer.

No coração humano, os prazeres não mantém entre si as relações que os desgostos aí conservam; as novas alegrias não fazem renascer as antigas, mas as dores recentes reverdecem as outras.

Uma mulher é uma oportunidade de prazer! Até poderíamos dizer quando encontramos uma: eis uma bela noite que ali vai!

Os prazeres não passam de meios para iludir a nós mesmos. Para a Vida, a própria matéria é uma ilusão; o próprio corpo carnal também é uma ilusão. Nem é preciso dizer, portanto, que os prazeres materiais e carnais são meras ilusões.

Os jovens têm de estar alerta, pois podem envelhecer precocemente no único lugar em que isso é inadmissível: no território da emoção. A paranoia do consumismo, amplamente divulgada pelos media, pode acelerar esse processo. Ter tudo, da maneira que querem e na hora que querem, gera inconscientemente uma contração da energia do prazer.

Por mais que se persigam os prazeres dos sentidos, jamais se conhece a plena satisfação, porque os prazeres dos sentidos não são existências verdadeiras. Por mais que a pessoa se entregue aos prazeres dos sentidos, só sentirá alegrias vazias. Assim, ela viverá a perseguir os prazeres, sem nunca conseguir a satisfação.

Se os prazeres são maiores na expectativa, lembre-se que isso também é verdade para os problemas.

Não servir de nada é a liberdade. Ter um sentido seria nos amesquinhar, nós somos gratuitamente apenas pelo prazer de ser.

O pudor é tão necessário aos prazeres que é preciso conservá-lo mesmo nos momentos destinados a perdê-lo.

A música não exprime nunca o fenômeno, mas unicamente a essência íntima de todo o fenômeno, numa palavra a própria vontade. Portanto não exprime uma alegria especial ou definida, certas tristezas, certa dor, o medo, os transportes, o prazer, a serenidade do espírito; exprime-lhes a essência abstrata e a geral, fora de qualquer motivo ou circunstância. E todavia nessa quinta essência abstrata, sabemos compreendê-la perfeitamente.

O prazer dos banquetes não está na abundância dos pratos e, sim, na reunião dos amigos e na conversação.

No estudo encontro prazer e consolo, e nada é tão agradável, que com ele não seja mais agradável, nada tão triste, que com ele não fique menos triste.