Frases sobre Língua

147 resultados
Frases de língua escritos por poetas consagrados, filósofos e outros autores famosos. Conheça estes e outros temas em Poetris.

Uma voz não pode transportar a língua e os lábios que lhe deram asas. Deve elevar-se sozinha no éter.

Como posso acreditar em Deus se, na semana passada, prendi a língua no rolo de minha máquina de escrever?

A poesia est√° celularmente vinculada √† l√≠ngua m√£e e na melhor das hip√≥teses as melhores tradu√ß√Ķes s√£o meras recria√ß√Ķes.

Somos todos escravos da tecnologia. Lembro-me da sabedoria desses grandes homens que viajavam pelo mundo e passavam por terras diferentes, diferentes línguas. Não conheciam e acabavam por conhecer aquelas gentes e os seus modos de vida diferentes, de um lado para o outro, até à China e por aí fora. Era admirável, não era? Hoje não, vai-se de avião, não se sente nada.

A língua é minha pátria e eu não tenho pátria: tenho mátria
E quero fr√°tria…

Rirmos juntos é melhor do que falar a mesma língua. Ou talvez o riso seja uma língua anterior que fomos perdendo à medida que o mundo foi deixando de ser nosso.

Como escreveu o poeta, os pinheiros bem acenam, mas o c√©u n√£o lhes responde. Tamb√©m n√£o responde aos homens, apesar de estes, em sua maioria, saberem desde pequenos as ora√ß√Ķes precisas, o problema est√° em acertar com uma l√≠ngua que deus seja capaz de entender.

A força da metáfora mais poderosa que já existiu até aqui não passa de miséria e bagatela ao lado deste retorno da língua à natureza da expressão figurada.

A boca é grande e os olhos são pequenos. Ou como se diz aqui: o burro come espinhos com a sua língua suave.

A totalidade da sabedoria humana não está contida em nenhuma língua, e nenhuma língua é capaz de expressar todos as formas e todos os graus da compreensão humana.

A primeira coisa que morre em o homem √© a l√≠ngua e a √ļltima coisa que lhe acaba √© o cora√ß√£o. Ser√° talvez porque a l√≠ngua √© que viveu mais desunida e por isso mais solta. O cora√ß√£o morre com menos pressa, porque todo o sangue se une para sua defesa.

Não se pode imaginar uma cor, fora das cores do espectro solar. Não se pode ouvir um som, fora da nossa escala auditiva. Não se pode pensar, fora das possibilidades da língua em que se pensa.

Liberdade de pensar, liberdade de escrever… n√£o s√£o compreendidas, sen√£o no estado de cerceamento, pelos que se temem da ac√ß√£o revolucion√°ria da pena, e que ignoram que a sua inac√ß√£o faz com que a pena possa fazer alguma coisa. N√£o compreendo a liberdade sem a imprensa livre. O homem √© pouco quando lhe cortam a l√≠ngua.

(…) esse monstro enorme a que se chama p√ļblico, e que tem tantos ouvidos e tantas l√≠nguas, mas ao qual faltam os olhos.

Em amor um sil√™ncio vale mais do que uma linguagem. √Č bom ficar sem palavras; h√° uma eloqu√™ncia no sil√™ncio que penetra mais do que a l√≠ngua o conseguiria.