Frases sobre Voltas

165 resultados
Frases de voltas escritos por poetas consagrados, filósofos e outros autores famosos. Conheça estes e outros temas em Poetris.

Por volta do ano 1830, Bentham acreditava que a educação universal levaria a resolver, a contento, todos os problemas sociais, antes do fim do século.

O primeiro método para estimar a inteligência de um governante é olhar para os homens que tem à sua volta.

Tudo assim como que perfeito, e não existe nada mais esterilizante do que a perfeição de não se querer nada além do que está à nossa volta.

Ela estava a aprender, j√° muito tarde, aquilo que muitas pessoas √† sua volta aparentavam j√° saber desde a inf√Ęncia ‚Äď que a vida pode ser perfeitamente satisfat√≥ria mesmo sem grandes conquistas.

√Č a posse mais terr√≠vel de todas, a escravatura mais completa, aquela que uma obra exerce sobre o seu criador. (…) Se voc√™ for um criador n√£o dar√° a felicidade nem a si nem aos que est√£o imediatamente √† sua volta.

O Natal é um tempo em que, de todas as épocas do ano, a memória de todos os sofrimentos, erros e problemas no mundo à nossa volta, se tornem bem presentes, não menos do que as nossas próprias vivências, por todo o tempo.

Já diziam os antigos que há duas maneiras de procurar: uma é andar às voltas à procura daquilo que se perdeu, outra é ficar num sítio à espera que aquilo que se perdeu nos encontre.

Nunca compreenderás realmente uma pessoa até que consideres as coisas do seu ponto de vista. Até que entres dentro da sua pele e dês umas voltas com ela.

Era sempre assim, quando eu voltava √† terra: as coisas come√ßavam por parecer pequenas, quase mirradas submetidas pelo meu olhar de Lisboa, e s√≥ depois iam crescendo, at√© recuperarem as formas grandiloquentes da inf√Ęncia. Era ent√£o que me considerava de volta a casa.

O jornalista atribui a si mesmo uma missão, e essa missão tem notáveis semelhanças com uma operação de guerra: trata-se de conquistar audiências, bombardear com notícias num tempo precioso e milimetricamente calculado. O jornalista está em cima do acontecimento como se o evento fosse um alvo preciso. O acontecimento é a presa dessa aranha que é o repórter, nessa teia noticiosa que dá a volta ao planeta.

Eram cinco da manhã, chovia, e Eric von Lhomon, ferido em Saragoça, tratado a bordo de um navio-hospital italiano, esperava no café da estação de Pisa o trem que o levaria de volta à Alemanha.

O amor √© a vida. Enquanto as art√©rias pulsam, e a refrac√ß√£o da beleza corisca nos olhos, por mais cansados de l√°grimas que sejam; enquanto o homem tem energia nas ang√ļstias, e saudade tormentosa que o volta para um amor passado; o cora√ß√£o n√£o est√° morto; as p√°lpebras n√£o descaem sobre os olhos que se apascentam no belo: o ideal, que se anuvia em remotas regi√Ķes, rasga um dia a fant√°stica mortalha, e caminha diante do proscripto da felicidade como a columa luminosa do deserto.

Tenho pela mentira um horror quase f√≠sico. Sinto-a √† dist√Ęncia e agora… neste mesmo momento… sinto-a vaguear, asquerosa e suja, em volta da minha alma que vibra no orgulho de ser pura. Se os outros me n√£o conhecem, eu “conhe√ßo-me”, e tenho orgulho, um incomensur√°vel orgulho em mim!

Ficar em silêncio não significa não falar, mas abrir os ouvidos para escutar tudo que está a nossa volta.