Frases sobre Primeiros

728 resultados
Frases de primeiros escritos por poetas consagrados, filósofos e outros autores famosos. Conheça estes e outros temas em Poetris.

Para sermos felizes, devemos deixar de lado a certeza da nossa breve existência. Precisamos nos considerar como parte de uma corrente contínua que corre desde o primeiro germe até um futuro remoto e desconhecido.

A vida do homem divide-se em cinco per√≠odos: inf√Ęncia, adolesc√™ncia, mocidade, virilidade e velhice. No primeiro per√≠odo o homem ama a mulher como m√£e; no segundo, como irm√£; no terceiro, como amante; no quarto, como esposa; no quinto, como filha.

Todos esses meses de autocontrole, de recusa do amor, resultaram exatamente no oposto: deixar-me levar pela primeira pessoa que me deu uma atenção diferente.

A f√© come√ßa onde o orgulho acaba. Tirai a f√©, e tudo perecer√°: ela √© a alma da sociedade e a pr√≥pria subst√Ęncia da vida humana. A f√© dirige e precede necessariamente todas as nossas ac√ß√Ķes; est√° na natureza humana e √© a primeira condi√ß√£o da sua exist√™ncia.

N√£o h√° ascens√£o que n√£o doa. Toda metamorfose faz doer. N√£o penetro nesta m√ļsica, se primeiro n√£o sofri com ela. Porque ela n√£o deve passar do pr√≥prio fruto do meu sofrimento.

A prioridade é sermos honestos connosco. Nunca poderemos ter um impacto na sociedade se não nos mudarmos primeiro. Os grandes pacificadores são todos gente de grande integridade e honestidade mas, também, de humildade.

A primeira sensa√ß√£o que experimento ao encontrar-me na presen√ßa de uma criatura humana, por humilde que seja a sua condi√ß√£o, √© da igualdade origin√°ria da esp√©cie. Uma vez dominado por esta ideia, preocupa-me muito mais do que ser-lhe √ļtil ou agrad√°vel, o n√£o ofender nem ao de leve a sua dignidade.

Só há duas maneiras de viver a vida: a primeira é vivê-la como se os milagres não existissem. A segunda é vivê-la como se tudo fosse milagre.

O primeiro dever do bom inquisidor é o de suspeitar antes dos que te parecem sinceros.

E sobretudo há nessa existência primeira uma falta de erro, e um tom de emoção de quem poderia mentir mas não mente. Basta? Basta sim.

N√≥s, os homens, que nos julgamos intelig√™ncias de gravata, somos ridiculamente arrogantes da nossa superioridade. Imaginamo-nos criaturas privilegiadas com dois sentidos mais que o homem simples, sincero como a natureza o produziu, e n√ļ dos enfeites da arte, que formam uma segunda natureza, com a qual falseamos todas as propens√Ķes ing√©nuas da primeira. √Č bem tola a nossa soberba!

Em tudo quanto se empreende, h√° que atribuir dois ter√ßos √† raz√£o e o outro ter√ßo ao acaso. Se aumentardes a primeira frac√ß√£o, sereis pusil√Ęnime. Aumentai a segunda, sereis temer√°rio.

Fa√ßa tudo como se fosse a primeira vez da sua vida e n√£o como se fosse a √ļltima vez da sua vida… para n√£o correr o risco de faz√™-la, simplesmente, por uma obriga√ß√£o !

O amor come√ßa pelo amor. √Č o c√©u. O c√©u foi criado primeiro. A paix√£o √© um simples impulso f√≠sico, material, mensur√°vel, explic√°vel por todas as ci√™ncias da atrac√ß√£o. √Č o mar. O mar est√° mais perto de n√≥s. Podemos chegar ao fundo dele.

Vale mais a pena ver uma cousa sempre pela primeira vez que conhecê-la, Porque conhecer é como nunca ter visto pela primeira vez, E nunca ter visto pela primeira vez é só ter ouvido contar.