Citação de

O Peso Bruto da Irritação

Se f√īssemos contabilizar as paix√Ķes desta vida, os √≥dios e os amores, os grandes sobressaltos, as como√ß√Ķes, os transtornos, os arrebatamentos e os arroubos, os momentos de terror e de esperan√ßa, os ataques de ansiedade e de ternura, a viol√™ncia dos desejos, os acessos de saudade e as eleva√ß√Ķes religiosas e se as som√°ssemos todas numa s√≥ sensa√ß√£o, n√£o seria nada comparada com o peso bruto da irrita√ß√£o. Passamos mais tempo e gastamos mais cora√ß√£o a sermos irritados do que em qualquer outro estado de esp√≠rito.
Apaixonamo-nos uma vez na vida, odiamos duas, sofremos tr√™s, mas somos irritados pelo menos vinte vezes por dia. Mais que o div√≥rcio, mais que o despedimento, mais que ser tra√≠do por um amigo, a irrita√ß√£o √© a principal causa de ¬ęstress¬Ľ ‚ÄĒ e logo de mortalidade ‚ÄĒ da nossa exist√™ncia.
√Č a torneira que pinga e o colega que funga, a crian√ßa que bate com o garfinho no rebordo do prato, a empregada que se esquece sempre de comprar maionnaise, a namorada que n√£o enche o tabuleiro de gelo, o namorado que se esquece de tapar a pasta dentr√≠fica, a nossa pr√≥pria incompet√™ncia ao tentar programar o v√≠deo, o homem que mete um conto de gasolina e pede para verificar a press√£o dos pneus, a mania de p√īr o pacotinho vazio de a√ß√ļcar debaixo da ch√°vena de caf√©, a esferogr√°fica de M√°rio Crespo… √© por estas e por outras que as pessoas se suicidam. E t√™m toda a raz√£o.
√Č nos engarrafamentos, na bicha do supermercado ou do multibanco, no cinema atr√°s do cabe√ßudo que n√£o nos deixa ver, no autocarro cheio de gente, que somos diariamente irritados. H√°-de reparar-se que as pessoas que mais nos irritam s√£o as que est√£o √† nossa frente. S√£o estas as pessoas que demoram, que levam horas a tirar o porta-moedas para pagar o t√°xi, que insistem em passar um cheque para comprar um quilo de cebolas e uma embalagem de Super-Pop, que se mexem na cadeira e desembrulham rebu√ßados durante a cena mais dram√°tica do filme, que t√™m um tempo de reac√ß√£o ao sem√°foro verde de aproximadamente 360 segundos, que pagam as contas da √°gua, da luz e do telefone ao Multibanco, que se esquecem de tomar banho antes de usar um transporte p√ļblico e depois insistem em esfregar-se contra quem tomou.